Associação de Entidades
Em votação Estado de Roraima é eleito vice-presidente da região norte
Repórter: CÍNTIA SCHULZE | Edição: | Foto:

   O Estado de Roraima, foi eleito vice-presidente da Região Norte na Abema (Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente), durante votação realizada em reunião ordinária do colegiado que ocorreu nesta terça-feira, 20, em Brasília – DF.

            Na Associação, Roraima é representada pela Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), através de seu presidente, Rogério Martins Campos que falou da importância da indicação em assumir o cargo, fruto de um trabalho de participação ativa de Roraima, através da Fundação, nas discussões e pautas de âmbito nacional debatidas junto ao colegiado.

            “Isso demonstra o avanço do Estado junto a Associação, através de nossas discussões e participações ativas junto ao colegiado, o que nos credencia para daqui para a frente ter mais voz com o cargo”, destacou.

            Segundo Rogério, o Estado só tenha a ganhar como membro da diretoria da Abema, com a abertura de mais espaço nas discussões.

            “Roraima com suas particularidades, com todo seu potencial ambiental, compondo a diretoria terá uma maior facilidade para que suas demandas sejam ouvidas. As reuniões trazem sempre grandes debates no âmbito nacional, o que nos ajudará a estar avançando sempre nas questões de sustentabilidade, visando trabalhar com o setor produtivo junto ao órgão ambiental, como ocorre hoje com a política adotada por nossa gestão junto a Femarh”, disse.

            Na reunião foi eleito ainda o novo presidente, que ficou com o Estado do Paraná, através do Secretário de Meio Ambiente, Tarcísio Mossato.

A Abema é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos. A entidade representa os órgãos estaduais de meio ambiente, congregando secretarias de estado, autarquias e fundações, responsáveis pela implementação da política ambiental, pelo licenciamento ambiental, pela gestão florestal, da biodiversidade e dos recursos hídricos, que concentram boa parte das responsabilidades pelas políticas públicas de meio ambiente do Brasil.

Foi criada em 1985, num período de início da redemocratização do país, logo após a primeira eleição direta para governadores, em um período ainda marcado pela excessiva concentração de atribuições no âmbito federal. Sua criação se deu logo após a aprovação da Lei que instituiu a Política Nacional de Meio Ambiente (1981) e a instalação do Conselho Nacional de Meio Ambiente (1983), e teve como objetivo inicial fortalecer as posições dos estados, então de orientação progressista em relação ao governo federal, no debate nacional.

A entidade teve participação ativa no processo de consolidação da política ambiental, através da descentralização das atividades então concentradas no plano federal, e nos grandes momentos de tomada de decisão que fizeram com que o arcabouço normativo brasileiro seja considerado um dos mais avançados do mundo, em especial nas discussões sobre o capítulo de meio ambiente da Constituição Federal de 1988.

 

 

 

Pesquisa

Noticias
21/09/2017 - 11:25 | Notícias
Nova Gestão
Noticias
21/09/2017 - 09:52 | Notícias
RECURSOS FLORESTAIS
Noticias
05/09/2017 - 10:17 | Notícias
MUDANÇA NA PRESIDÊNCIA
Noticias
29/08/2017 - 11:34 | Notícias
VIVEIRO AGROFLORESTAL
Noticias
26/07/2017 - 12:15 | Notícias
CADASTRO AMBIENTAL RURAL
Noticias
21/06/2017 - 11:16 | Notícias
Associação de Entidades
 Notícias